O segredo da perna quebrada de Anderson Silva

Há alguns dias atras dediquei certo tempo para observar a entrevista concedida pelo lutador brasileiro Anderson Silva à repórter Renata Ceribelli na rede Globo. O fiz pois me comovi com o drama vivido recentemente pelo Anderson levando em consideração as duas lutas dele com o também lutador americano Chris Weidman. Sempre nutri por ele (Anderson) uma simpatia e admiração pois, certo ou errado, acompanhei suas lutas e torci muitas vezes por ele.

Neste movimento de concentrar-me mais no que ele dizia, uma expressão dele chamou-me muito a atenção. Foi quando ele, indagado pelos desdobramentos destas duas lutas onde a primeira terminou com o Anderson nocauteado e a segunda com sua perna quebrada ao meio, e diante da pergunta da repórter sobre a busca de sentido ou se ele buscava uma explicação para o que havia ocorrido, ele diz:

– Estou buscando entender qual a mensagem Deus está tentando me dar neste momento…

anderson silva

Foi neste instante que, talvez por causa de minha presunção, senti uma pulsão de estar diante dele por alguns momentos ao mesmo tempo que pude perceber também uma espécie de frustração por não poder fazê-lo. Quem sabe eu poderia dizer-lhe algumas palavras que lhe fizessem algum sentido. Isto não para tentar extrair algo fenomenal e grandioso do fato. Nem mesmo para apresentar-lhe um mistério de Deus para sua vida, oculto a sete chaves. Mas simplesmente para dizer-lhe o óbvio que as luzes do octógono, a bajulação do mundo e a nossa fome de glória tem o poder de ofuscar.

Diante da minha impossibilidade de estar na presença de alguém tão importante aos olhos do mundo foi que decidi escrever este texto. Quem sabe Deus não queira usar estas linhas para reforçar sua comunicação com o Anderson de modo mais claro? Quem sabe não sejam necessários mais textos tão dramáticos como uma perna quebrada? Quem sabe um textozinho em um bloguezinho resolva este problema de comunicação? Às vezes um “eu te amo” escrito em papel de pão tem mais poder para comunicar do que um outdoor. E, para mim, este amor é tudo o que Deus quer nos dizer.

Para que isto se concretize basta Deus continuar insistindo como Ele sempre faz, e dar um jeito por meio de pessoas, para que este texto (ou quem sabe um vídeo) sobre este assunto chegue até o Anderson. Para mim seria um privilégio ser o amanuense, talvez outro terá o privilégio de ser o carteiro portando mais uma declaração do amor de Deus por alguém. “Coisa de louco!” você pode estar pensando. É… não se pode dizer que um Deus que ama o ser humano rebelde ao ponto de ir para uma cruz sendo Deus seja normal aos olhos do mundo. Bem como seus filhos e profetas não podem esperar do mundo um atestado de sanidade como razão para fazer o que fazem.

A razão, no Reino de Deus, é sempre a loucura do amor. Outra razão pela qual me animei a escrever estas linhas se dá porque talvez muitos outros que poderão ler este texto possam estar na mesma situação que o Anderson: não conseguindo enxergar o óbvio. Em terceiro lugar, quem sabe eu mesmo precise, ao escrever estas palavras, ouvir Deus falando comigo sobre a obviedade ao meu respeito, que eu insisto em negar.

Pensando em tudo isso, uma porção das Escrituras me veio em mente. Como um pai se compadece de seus filhos, assim o SENHOR se compadece dos que o temem, pois ele conhece a nossa estrutura e sabe que somos pó Salmo 103:13-14.

Com este texto em mente, quero me dirigir ao Andeson e a todos aqueles que se encontram com as pernas quebradas pela vida; a vida falsa e tentando entender o que está acontecendo; buscando uma explicação para o trauma. A explicação é simples.

Anderson, você não é o Spiderman, você é o Anderson. O Spiderman pode cair de um arranha-céu e continuar com a perna inteira. Você não. Se você trombar com uma canela mais dura que a sua é o suficiente para que a sua seja quebrada.

Em nós entrou um veneno no Éden inoculado pela serpente, que é incapaz de amar gente de verdade, dizendo, e nos fazendo acreditar, que Deus não nos ama como somos e que, por isto, é necessário ser quem não se é. Nos aprisionando num mundo de mentira onde nos idealizamos, criamos um ideal de nós mesmos identificados com a perfeição e que não representa a realidade, como num perfil do Facebook. Esquecendo-se que no dia a dia a vida não é virtual, aqui o tiro mata, a perna quebra, o ladrão rouba e a ferrugem corroe.

Negamos a verdade de nossa finitude, não com palavras, pois isto deixaria claro nossa loucura. Antes, preferimos esconder nossa loucura de sermos deuses usando justamente as palavras, o bom comportamento externo e as aparências para isto. Porém, como num ato falho; como se fôssemos deuses estranhamos; nossos ossos quebrados; esquecendo que ossos quebrados é impossível somente a Deus; deixando escapar, com o nosso assombro e incompreensão, que de fato demos credito à mentira da serpente de que Deus sou eu.

Não, Anderson, você não é o Spiderman. Você é alguém frágil, alguém que quando leva um soco bem dado, dorme. Alguém quebrável, mesmo que admirável, como os cristais. Talvez o grito de Deus seja este, o grito de um Pai amoroso que prefere uma perna quebrada à uma alma fendida, dividida e esquizofrênica.

Talvez seja o jeito de chamar-lhe a atenção para o óbvio, para a verdade que você é pó como todos nós, porém, um pó amado por Deus. E isto serve para livrar-te do self fake, que se alimenta do amor de mentira dirigido ao impostor que vive em nós, ao passo que nossa alma morre de fome do amor de verdade, o amor de Deus, capaz de nos amar como somos e de nos fazer como deveríamos ser.

Este ser idealizado e falso (self fake) morreu na Cruz em Cristo. E na ressurreição de Cristo um novo Anderson nasceu. Ainda que aparentemente tudo continue quebrável como sempre e o mesmo desejo pela vida de mentira permaneça, viva pela fé, Anderson, e você verá o que poucos veem. Você verá que os fracos é que são fortes, que a loucura de Deus é sabedoria e que a vida nasce da morte. E, então, como um recém nascido você verá o Reino de Deus.

Alexandre.

CLIQUE AQUI E CURTA A PÁGINA DO AUTOR NO FACEBOOK

Caso queira comentar, esta é a hora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s