O vandalismo da caneta de ouro

1751051_FP_DI.1

Quero começar minha fala dizendo antes de tudo que sou contra a violência, avisando aos jovens que não caiam nesta esparrela do conflito, pois tudo o que o sistema quer é uma desculpa para agir com brutalidade e pessoas para levarem as culpas das tragédias que, de forma comum, sucedem estas ações. Porém, sinto falta do mesmo empenho da imprensa, que a meu ver não cansa de enfatizar o vandalismo e os vândalos em detrimento de tanta gente de bem que lotam as ruas de nosso país de forma legitima e pacifica.

Sinto falta do mesmo empenho na denúncia no que se refere àquilo que chamo de O vandalismo da caneta de ouro no qual, pessoas bem educadas ao menos em tese dizem “excelentíssimo” pra cá e “excelentíssimo” pra lá, cometem, sem aparente noção dos desdobramentos negativos de suas canetadas bem-educadas, como a morte de inúmeros anônimos que morrem por falta de assistência, enquanto ambulâncias superfaturadas estão paradas degradando-se em pátios ensolarados. Quero lhes informar também, excelentíssimos, que o que está acontece em nosso país é fruto de vosso vandalismo, senhores governantes, e de vossa ganância. Trazer à consciência dos senhores que isto tudo que foi alardeado é fruto do vandalismo da caneta de ouro.

Esta caneta de que falo tem o poder de transformar algo imoral em algo legal, de fazer a injustiça virar lei como, por exemplo, os salários e auxílios da classe política que fazem da vida pública uma profissão, ao passo que nos faz sentir saudades de quando os marajás eram poucos. E isto enquanto hospitais são quebrados, a educação é sucateada, a população se torna refém da violência urbana. Porém contra o vandalismo da caneta de ouro, o choque não dá um tiro de bala de borracha e a imprensa jamais tem a coragem de chamá-los de vândalos em seus noticiários sensacionalistas e enviesados.

Quando os justos florescem, o povo se alegra; quando os ímpios governam, o povo geme. Provérbios 29:2.

O rei que exerce a justiça dá estabilidade ao país, mas o que gosta de subornos o leva à ruína. Provérbios 29:4.

Os zombadores agitam a cidade, mas os sábios a apaziguam. Provérbios 29:8.

Na graça bruta e no amor d’Aquele que nos buscou,

Alexandre.

PÁGINA NO FACEBOOK

2 Respostas para “O vandalismo da caneta de ouro

  1. Vandalismo, um sistema de vanda-los, sistema de agressores, sistema de corrupção, sistema de sangue sugas, sistema desumano, sistema egocêntrico. Protestamos contra todos esses sistemas e suas consequências, e aos que o aderem, pois Deus o Senhor, Criador, governador, abomina a injustiça, seja ela feita com armas brancas, de fogo, ou de TINTA! Parabéns Pr Alexandre pela coragem.

    Clayton Massao
    Pastor e diretor da Missão Vida Paraná

Caso queira comentar, esta é a hora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s