Cuidado com o que você quer, pois Deus pode acabar te dando. (parte 1)

Outdoor-Running-Life-Is-The-ChallengeOlhando para a história de Israel descrita no livro de 1 Samuel no capítulo 8 podemos deduzir que Deus escolheu o sistema de juízes para governar seu povo. Ele o fez para que, por intermédio destes homens, sua vontade e juízo viessem a ser manifesta. Contudo, ao observar os povos a sua volta e, aproveitando-se da oportunidade dada pelos filhos de Samuel, que não andaram no caminho de seu pai, Israel ambicionou outra forma de governo, a monarquia. Desejavam serem governados por um rei, como era de costume dos povos à sua volta.

Diante de tal solicitação Samuel sentiu-se desconfortável, pois até então assim se fazia ao povo de Israel, ao qual ele havia sido levantado por Deus como seu profeta. E, como todo profeta de verdade, foi falar com Deus sobre o assunto. Então Deus lhe dá uma resposta: E disse o SENHOR a Samuel:

-Atende à voz do povo em tudo quanto te dizem, pois não te rejeitou a ti, mas a mim me têm rejeitado, para eu não reinar sobre eles. 1 Samuel 8:7.

Esta resposta comunica muito a respeito de Deus, seu caráter, misericórdia e cavalheirismo. Porém, devemos prestar atenção para ver se de alguma maneira não estamos fazendo mau uso da bondade de Deus. E, desta forma, incorrendo no mesmo erro de Israel – figura da Igreja de Cristo que somos nós. Isto é importante tendo em vista que todas as vezes que buscamos nossa vontade com obstinação, mesmo que Deus tenha nos revelado por sua Palavra que não é o que Ele tem para nós, isto se constitui num atentado a nossa própria vida.

Deus é vida, e tudo o que Ele faz é no sentido de promovê-la. Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundancia. João 10:10b. O problema, é que os pensamentos de Deus não são os nossos pensamentos e sua maneira de agir fere a razão enviesada pelo mundo e pelo pecado. Podemos perceber isto com certa facilidade ao observarmos a grande multidão de pessoas que tentar encontrar a vida abundante, porém pela via errada. Tentam encontrá-la na preservação de si, e vivem assombrados pela morte e por uma existência que não é vida, mas apenas existência. Enquanto isto Deus esta dizendo:

-Qualquer que procurar salvar a sua vida, perdê-la-á, e qualquer que a perder, salva-la-á.

Lucas 17:33.

Quem diria que a vida está depois da cruz? Para quem faria sentido morrer para só então viver? Quem diria que aqueles que foram unidos com Cristo em sua morte, também seriam unidos a Ele em sua ressurreição. A resposta de Deus a Samuel também nos mostra que Deus ama a liberdade, e inclui isto em sua obra de redimir o homem. Se, pois, o filho vos libertar verdadeiramente sereis livre. João 8:36. Como bem disse Jacques Ellul, o homem pode ser escravo de tudo, exceto de Deus.

Deus é aquele que não quer obrigar nenhum daqueles a quem ama, a estarem em Sua presença quando os mesmos gostariam de estar em qualquer outro lugar, menos na presença de Deus, justamente porque os ama. Este é o motivo da resposta Atende a voz do povo em tudo quanto te dizem. Seguindo a trilha da liberdade, nos deparamos com o fato da responsabilidade que ela acarreta e o cuidado que devemos ter com nossas escolhas mesmo quando inseridos no corpo de Cristo que é a sua Igreja.

Alias, é justamente por este motivo que devemos ter cuidado, pois Deus, numa inversão que só pode ser compreendida tendo Jesus Cristo crucificado como leito hermenêutico, poderá nos dizer: Seja feita a sua vontade. Sabemos que a consciência do evangelho aponta para o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo e, em Cristo Jesus, ele se revelou como lavador de pés. Como um Deus louco de amor pelo homem, sua criatura, a qual quer fazer filho e herdeiro por meio de Cristo.

E, mesmo à custa da morte de seu filho na cruz, não ousou restringir nenhuma árvore do Jardim, antes disse: De toda árvore do jardim comerás livremente. Genesis 2:16b. Fez assim, por causa do que é, por amor a seu próprio nome, por que é amor e não se dilui, pois é eterno …em quem não há variação nem sombra de mudança. Tiago 1:17b. E se revela na criação, na história e de maneira plena em Cristo Jesus rara que, diante da revelação do amor de Deus em Cristo Jesus, nós venhamos a dar razão a ele. E, libertos em Cristo, aceitos e constrangidos por este amor inexplicável, clamarmos:

-Pai, tem misericórdia de nós, e venha sobre nós o Teu reino!

Ainda com um olhar fixo ao contexto de 1 Samuel podemos perceber o fato de que Deus pede para o profeta explicar os desdobramentos desta escolha. Porém o povo se mantém obstinado em sua ideia. Do mesmo modo que hoje toda escritura é inspirada por Deus e útil para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir na justiça (2 Timóteo 3:16), esta mesma Palavra muitas vezes nos é pregada, porém alguns permanecem obstinados em suas convicções de morte.

Sim, porque o fato que esta implícito na decisão de Israel é que quando rejeitamos a Palavra de Deus é ao próprio Deus a quem rejeitamos. E quando rejeitamos a Deus que é a vida por consequência abraçamos a morte. Quando Deus fala em sua Palavra precisamos ter no coração como revelação dada pelo Espírito, que ele sabe os planos que tem acerca de nós, planos de bem e não de mal.

(continua quinta-feira)

Na graça bruta,

Alexandre.

PÁGINA NO FACEBOOK

Uma resposta para “Cuidado com o que você quer, pois Deus pode acabar te dando. (parte 1)

Caso queira comentar, esta é a hora!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s